Turismo LGBT: como as políticas públicas devem atuar pela promoção?

Turistas e membros da comunidade LGBT+ sempre existiram e continuarão a viajar. Contudo, cabe aos destinos oferecer infraestrutura, respaldo e seguranças a esses visitantes. Pensando nisso, a atuação da política pública foi tema do terceiro painel do Fórum de Turismo LGBT do Brasil.

“Entre os diferentes segmentos, um dos que mais viajam e mais buscam por um turismo qualificado – um produto sofisticado – são os membros da comunidade LGBT+. E o que a política deve fazer é promover o diálogo institucional e garantir que essa demanda seja atendida”, destacou o secretário de Turismo de São Paulo, Vinícius Lummertz.

Além disso, segundo o secretário, é preciso entender que toda a cadeia turística é beneficiada ao dispor de serviços e produtos de qualidade a esse segmento. “Na realidade, toda a roda da economia é beneficiada. É preciso investir nos destinos. Só a cidade de São Paulo, principal centro econômico do País, deverá receber um investimento de R$ 3 bilhões para revitalizar o rio Pinheiros. Achou muito? O que seria de Paris, caso o rio Sena estivesse poluído?”, indagou Lummertz.


LEIA MAIS:
+ Miami apresenta atrativos locais e anuncia eventos LGBT para público
+ Caribe gay-friendly: os diferenciais de Curaçao para a comunidade LGBT+
+ Fort Lauderdale é anfitriã do Pride of the Americas 2020; confira

Outro importante destino presente no painel foi o Rio de Janeiro. O presidente da Turisrio, Thomas Werber, destacou a necessidade de promover o estado para além da Cidade Maravilhosa. “É preciso debater mais e nós, na área pública, devemos incentivar isso e promover mais diálogo. A missão é clara: levar o turismo para além da capital e estender para todo o estado – pois opções não faltam.”

Ainda de acordo com Werber, cabe às políticas públicas incentivar a participação da iniciativa privada. “A iniciativa privada precisa ser abraçada, pois os governos mudam periodicamente; a indústria turística, não. Precisamos da parceria deles para promover o crescimento não apenas dos destinos, quanto dos visitantes – independente da sua orientação sexual, gênero ou religião.”


Leia também:
Israel é foco no começo da tarde do Fórum de Turismo LGBT em SP
Servir à comunidade LGBT no mercado de luxo é pauta durante Fórum de Turismo
Fórum de Turismo LGBT do Brasil reúne trade em São Paulo; veja fotos

O post Turismo LGBT: como as políticas públicas devem atuar pela promoção? apareceu primeiro em Brasilturis Jornal – Tudo sobre o mercado de turismo no Brasil.