Cabelo muda em viagens, é fato. Se você nunca reparou, tente lembrar como seu cabelo costuma se comportar em uma viagem, tanto nacional quanto internacional. Fica mais ressecado? Sem definição? Opaco? Armado? Se já sentiu essa diferença, talvez tenha sentido aquela frustração ao se ver descabelada em uma naquela foto num lugar bacana que postou no Instagram… Vamos acabar com isso agora mesmo? É só entender o que faz o seu cabelo mudar tanto, e o que fazer para evitar ou lidar com essa mudança.

Ao viajar, uma das primeiras mudanças sentidas é na textura dos cabelos. A transformação é visível e diferente para cada pessoa e pode começar até mesmo no avião, devido ao ar-condicionado da aeronave. Há quem sinta o cacho sem forma, o liso com frizz, o ondulado mais seco… E tudo isso por alguns motivos: clima, água e diferenças entre cabelos.

O calor, o frio, a alta umidade ou a falta dela são os principais fatores que influenciam no aspecto do cabelo. E é simples de explicar: a haste capilar sofre efeito direto do ambiente! Isso significa por exemplo que a alta concentração de moléculas de água no ar pode impregnar no fio de forma que o cabelo fique menos propenso à oleosidade. Nos climas temperados e frios, os cabelos sofrem mais com o ressecamento, e se já foi para a Europa, sabe bem do que estou falando. Mas não que o efeito seja o mesmo para todos os fios.

O impacto é maior em cabelos com cachos

No frio da França, o tempo é mais seco, e isso pode ser muito ruim para crespas e cacheadas que já sofrem com o ressecamento natural dos fios. No entanto, o efeito também pode ser outro: as ondas dos cachos ficam melhor definidas! Se sua viagem for por terras brasileiras, o cacheado e também o ondulado podem ficar rebeldes, o oposto do que muitas pessoas sentem em países como o Japão e a Índia.

As mudanças climáticas atingem mais os fios cacheados do que os lisos, e isso tem uma razão. O fio cacheado fica mais próximo um do outro, sendo mais propenso a sentir o impacto da eletrostática, ganhando uma boa dose de frizz com facilidade.

Os cabelos quimicamente tratados também são bem sensíveis a viagens em geral, pois perderam as camadas mais externas protetoras da haste capilar, que fica enfraquecida e suscetível às mudanças climáticas.

A água também influência na textura do cabelo

Quem nunca tomou banho no hotel dos sonhos e não sentiu aquela diferença no cabelo depois? Seja nos EUA, na Austrália ou mais pertinho, na Argentina, a água exerce uma influência enorme na reação do cabelo ao país escolhido como seu destino da vez. Isso por conta do teor de cloro mais elevado (ou menos), ou também por conta da quantidade de minerais na água do chuveiro. No Chile, por exemplo, a água de é como neve derretida – cheia de minerais, que são envolvidos em ativação de enzimas, no funcionamento correto de proteínas.

Se você lavar o cabelo com água de pH mais ácido, as cutículas vão se fechar mais e o cabelo ficará mais brilhoso; no entanto, se a água for mais alcalina, as cutículas ficarão mais abertas e você sentirá o cabelo bem mais áspero ao toque.

A temperatura também muda o cabelo

Você já deve sentir o impacto do frio/calor na cidade onde está. Se mudar de estado, sentirá ainda mais. Imagine mudando de país? O verão é mundialmente conhecido como a estação mais prejudicial à saúde capilar, ressecando as madeixas por conta de cloro, sal e a própria radiação solar – que envelhece o fio. Mas o frio também pode ser o vilão da história. No inverno, o cabelo tende a ficar mais oleoso e sujeito à dermatite. Ou, devido ao uso excessivo de água em temperatura muito elevada, os fios ficam super-ressecados!

Viajar sim, sofrer com o cabelo não

Ninguém quer deixar de viajar por conta de mudanças no cabelo não é? Imagine só, impossível… Mas ninguém quer sofrer com o visual registrado nas fotos ou perder tempo arrumando as madeixas. Viagem é para ser aproveitada, de forma tranquila, certo? Então, veja só as dicas para lidar com as possíveis transformações dos seus fios mundo ou país afora!

  1. Cuide do cabelo antes de embarcar

Nada melhor do que um cabelo saudável, esteja ele onde estiver. Então, para garantir bons days afters (dias seguintes) nos hotéis, é preciso cuidar do seu cabelo meses antes da viagem. Se algo não está legal agora, cuide. Uma super-hidratação ou nutrição (já pensou em fazer um cronograma capilar?) pode ajudar muito!

  1. Aprenda a lavar!

Você pode até achar que já sabe fazer a lavagem de cada dia embaixo do chuveiro, mas acredite a maioria das pessoas não lava o cabelo corretamente. O segredo é seguir o recomendado nas instruções de uso de cada produto mas, acima de tudo, respeitar duas regrinhas de ouro. Primeira: passar o shampoo só na raiz, massageando o couro cabeludo com as pontas dos dedos e não com as unhas. Segunda: aplicar o condicionador apenas nas pontas, e retirar todo e qualquer “restinho”.

  1. Que tal personalizar o seu shampoo para a viagem?

Aposto que não viu essa dica em nenhum lugar! Mas é isso mesmo: é possível personalizar o seu shampoo e o seu condicionador! Uma marca criou esse conceito de hair care personalizado no Brasil e está dando o que falar: você preenche um formulário dizendo como é seu cabelo, seu lifestyle, seu nível de contato com cloro ou água do mar e tudo mais, e pronto sua fórmula será criada para suas necessidades. Você pode também entrar em contato e dizer para onde está indo, ou apenas pedir no formulário os efeitos que imagina que vá precisar em determinado destino. Hidratação contínua? Brilho Intenso? Anti queda? Zero frizz? Imagine ter um shampoo e um condicionador só para neve? Outro só para quando for ao litoral? É possível!

  1. Leve bons produtos com você

Leve o seu kit personalizado e também tudo o que achar que pode ajudar desde um creme para pentear favorito até a escova com a qual seu cabelo está acostumado. E que tal uma fronha de cetim? Ela é super recomendada para cabelos crespos e cacheados, e também é uma ótima pedida para ondulados e lisos: o tecido macio não resseca nem causa frizz!

Viu só? Entendendo o que acontece com a estrutura dos fios em ambientes diferentes e o que você pode fazer fica muito mais fácil manter os cabelos bonitos durante viagens!

Outras dicas

Conheci esse site da Bélit Araújo recentemente, e vi várias dicas para cabelos cacheados. Acesse e confira.