Com a suspensão das operações do B737 Max, a Ryanair deve perder de transportar cinco milhões de passageiros na próxima alta temporada.