Remarcar uma viagem: Conheça seus direitos

Posted On By leticia

A pandemia causada pelo novo coronavírus trouxe várias consequências para o sistema de saúde e também para a economia, inclusive tornando frequente o ato de remarcar uma viagem

Devido ao isolamento social e a formação de barreira sanitária com o objetivo de conter a disseminação do vírus, muitos voos foram cancelados. 

Como consequência, quem tinha uma viagem marcada, teve que adiar seus planos até que a situação se resolva ou pelo menos seja mais seguro viajar.

Conhecer seus direitos diante dessa situação é uma forma de garantir que você não será lesado.

Quer saber como fazer para remarcar uma viagem sem levar nenhum prejuízo? Continue lendo esse post com bastante atenção. 

Remarcar uma viagem: 5 coisas que você precisa saber para não ser lesado

1 Entenda os prazos e condições para remarcar sua viagem

É muito importante conhecer as regras que permitem que a remarcação da viagem seja feita de forma inteiramente gratuita.

No entanto, para usufruir desse direito é preciso ficar atento à data limite da compra e também da viagem. 

Portanto, se você comprou sua passagem até o dia 20 de março de 2020 e a data da viagem seria até o dia 30 de junho do mesmo ano, poderá usufruir da remarcação sem taxa.

2 Seja cauteloso ao remarcar uma viagem

É importante saber que para fazer a remarcação sem custo você terá que escolher uma data com as mesmas condições.

Portanto, para não haver despesas, é preciso seguir os mesmos critérios da primeira marcação.

Se optar por fazer diferente, terá que pagar as tarifas e taxas exigidas pela empresa. Isso quer dizer que a sua viagem era para um período de baixa temporada terá que ser remarcada da mesma forma.

Caso tenha optado por deixar seu veículo em algum desses estacionamentos particulares com reserva de data, é importante conversar com a administração e pedir também a remarcação para não enfrentar problemas na última hora.

3 Aproveite as facilidades do atendimento online

Muitas empresas disponibilizaram canais de comunicação online para que os clientes pudessem remarcar ou até mesmo cancelar a viagem. 

Caso não tenha êxito, você pode tentar contato pelo telefone. Se ainda assim, não tiver o sucesso esperado, há outra alternativa. 

Você pode contratar uma agência de viagens para solicitar a remarcação ou cancelamento, ou ainda para solicitar o reembolso do valor.

Embora essa opção seja muito mais prática, pois você não terá nenhuma preocupação, será preciso pagar por esta prestação de serviço. 

A taxa fica em torno de 10% do valor que você pagou pela passagem. 

4 Remarcar uma viagem comprada com milhas

Mesmo que você tenha comprado uma viagem com milhas, é possível remarcar e assim continuar com seus planos. 

Para isso, basta entrar em contato com a empresa em que você resgatou as milhas e seguir os mesmos critérios estabelecidos pelas companhias aéreas. 

Acesse o mesmo site em que o você comprou as milhas e solicite a remarcação.

5 Receber assistência da companhia caso o cancelamento com comunicado dentro do período de tempo adequado

Mesmo vivendo em meio ao caos provocado pela pandemia, é certo que as empresas não podem agir de forma irresponsável com seus clientes. 

Sendo assim, caso precise fazer o cancelamento de voos internacionais ou nacionais, é necessário que a companhia aérea comunique imediatamente ao cliente. 

Caso isso não aconteça dentro do prazo estabelecido, no mínimo 24 horas, a companhia terá que oferecer assistência enquanto a situação se resolve. 

É possível remarcar a viagem, sem taxa nenhuma, para o próximo voo, uma vez que o erro foi da companhia aérea. 

Nessa situação, o cliente tem os seguintes direitos: 

  • Informações sobre o andamento da situação, especialmente quando ele já se encontra nas dependências do Aeroporto. 
  • Caso o cliente precise esperar mais de uma hora pelo próximo voo, a companhia terá que disponibilizar internet e serviço de telefonia. 
  • Se a espera for superior a 4 horas, o cliente passa a ter direito à alimentação, hospedagem e traslado do Aeroporto até o hotel e ao contrário também. 

É importante conhecer bem as condições que favorecem a possibilidade de remarcar uma viagem para que você possa valer seus direitos. 

Para aqueles que optaram por utilizar os serviços do estacionamento no aeroporto, será preciso entrar em contato com a companhia para saber todas as informações sobre o novo horário do voo. 

Além disso, é preciso saber se a data do retorno também foi alterada para que você possa comunicar a mudança ao proprietário do estacionamento.

Conclusão

Seja qual for a situação, fazer uma viagem é sempre um momento muito esperado. 

A pandemia causada pelo novo coronavírus obrigou muitas pessoas a adiarem seus planos, mas isso não significa que elas não possam remarcar uma viagem.

É importante conhecer as regras que estão em vigor e providenciar a remarcação ou o cancelamento. 

É possível ainda receber o valor pago de volta. No entanto, as companhias têm o prazo de até 12 meses para fazer a devolução. 

Sendo assim, optar pela remarcação pode ser muito mais vantajoso.

Caso o cancelamento seja feito por iniciativa da própria empresa, ela precisa avisar o quanto antes a alteração e também a data e hora da remarcação. 

Além de se preocupar em oferecer as melhores condições para que o cliente não passe por constrangimentos.