A abertura do capital estrangeiro nas companhias aéreas norteou boa parte de um dos painéis mais aguardados em todas as edições do Fórum PANROTAS