Para viagens internacionais, as regras continuam as mesmas previstas no Estatuto da Criança e do Adolescente