Procurada, a Avianca Brasil afirmou que recorreu da decisão e que segue operando normalmente.