Segundo a entidade, mais de 200 aeroportos pelo mundo são coordenados no nível 3, o que significa que eles têm capacidade insuficiente para atender à demada atual