Entre as revisões, a aérea destacou o lucro por ação, que agora espera que fique entre R$ 1,40 e R$ 1,70, ante o R$ 1,20 a R$ 1,60 previsto anteriormente