Gastronomia em alto-mar: Conheça essa nova modalidade de delivery

Posted On By leticia
0 0
Read Time:3 Minute, 53 Second

Já foi o tempo em que Gastronomia em Alto-Mar só era possível em grandes navios. Se a pedida for um almoço ou jantar diferente, para sair da rotina e respirar novos ares, essa novidade irá lhe cair muito bem!

Que tal um passeio de barco, belas paisagens e com direito a bons pratos gourmets a bordo? Parece uma boa, não é mesmo? Pois saiba que isso já é possível no litoral paulista!

Com o mercado de embarcações em constante crescimento em nosso país, cada vez mais empresários vêm procurando formas de atender a esse público, e a novidade da vez é de dar água na boca. Esse serviço é chamado de Delivery on Board.

Me acompanhe e confira como funciona o serviço de Gastronomia em alto-mar!

Gastronomia em alto mar: Restaurantes invadem as águas paulistanas

Pode ser em um passeio em alto-mar, no intervalo de algum esporte náutico ou durante uma visita a alguma ilha. A ocasião não importa, mas se ancorar seu barco e bater aquela fome, é só acionar um dos restaurantes que servem boa culinária e possuem o serviço de delivery. Você faz o pedido via rádio ou celular e recebe no conforto de seu barco, simples assim! São vastas as opções de restaurantes que fazem entrega na embarcação e neles você encontra uma grande variedade gastronômica.

Esse tipo de atendimento ao público, é fundamental para o aquecimento da economia. Turistas procuram por coisas novas e prazerosas. o que condiz totalmente com o Delivery em alto-mar

Onde encontrar esse serviço?

No Guarujá, você pode encontrar o Dalmo Bárbaro Restaurante, o Empório Rúbio, Recanto das Tartarugas e o Restaurante do Joca. 

Em Ilhabela, o Papagaio, o Viana, e o Porto Kiosk Sushi. 

Se esticar o passeio um pouco mais, em Angra dos Reis no RJ, o Petisco da Ilha Bar, também é uma boa pedida e fica próximo ao litoral norte de SP.

Caso você não possua embarcação própria, fique tranquilo. Existem ótimas marinas na região, que oferecem lanchas para locação com marinheiro, uma sugestão é a Marina Imperial, uma garagem náutica do litoral norte de SP com ótima infraestrutura e ambiente agradável.

Todos a bordo: é hora de pensar na segurança!

O que é preciso para navegar no mar? A seguir veja algumas Dicas Náuticas básicas e normas de segurança em embarcações de lazer essenciais para você poder curtir sua navegação com tranquilidade e bem estar.

Esteja em dia com a documentação

Antes de mais nada, é necessário tirar a carteira de Arrais, para isso você deve procurar um Despachante Náutico, para se manter regularizado e evitar problemas com a lei.

Vá preparado para que o passeio dure mais tempo que o previsto

Nunca saia para navegar com os insumos contados, caso seja necessário prolongar o passeio, você não quer passar por maus bocados, não é mesmo? Procure sair com seu tanque cheio, caso isso não seja possível, tente ter sempre o dobro do necessário para o passeio ou viagem que planeja fazer. Certifique-se de ter toda a água doce possível a bordo, ou seja, saia sempre com sua caixa d’água cheia por mais curto que seja o seu passeio.

Confira o material de salvamento 

O material de salvamento exigido pela Marinha deve estar em ordem, completo e dentro do prazo de validade, especialmente os extintores de incêndio e os artefatos pirotécnicos.

Colete salva-vidas não é tudo igual!

Siga as normas para uso de coletes salva-vidas, de acordo com a classe, confira: 

  • Colete salva-vidas Classe II: Para embarcações de mar aberto que operem exclusivamente em águas brasileiras.  
  • Colete salva-vidas Classe III: Para embarcações de navegação em interior. Águas abrigadas como; rios, lagos, beira mar e etc. 
  • Classe V: Para atividades esportivas de alta velocidade como: jet-ski, banana-boat, esqui aquático, windsurf, parasail, pesca e pequenos barcos. Em águas brasileiras, permite homologar embarcações de até 5m para mar aberto e de até 24m para embarcações em águas abrigadas.

Gastronomia em alto-mar veio para ficar?

Estima-se um aumento de 20% no mercado náutico até o final de 2020, e até o momento o mercado de entrega de comida cresceu incríveis 85%. Na junção desses dois segmentos, temos um novo modelo de empreendimentos: os novos restaurantes que atendem lanchas e iates em alto mar, na faixa litorânea. 

Esse é um segmento que ainda tem muito a ser explorado, porém, tem tudo para dar muitíssimo certo! O que abriria novas oportunidades de trabalho e apoiaria o enriquecimento do comércio local. 

Vamos concordar que é o que faltava no turismo brasileiro, um país reconhecido mundialmente por sua costa rica em belezas naturais e gastronomia marcante!

 

Happy
Happy
0 %
Sad
Sad
0 %
Excited
Excited
0 %
Sleepy
Sleepy
0 %
Angry
Angry
0 %
Surprise
Surprise
0 %