A empresa cancelou a entrega de seu modelo 737 Max, que representa dois terços dos contratos de compra firmados, após dois acidentes fatais com o modelo.