Embraer assegura que a projeção é resultado de uma tendência de crescimento da demanda de tráfego com o número de aeronaves necessárias para atender ao volume.