Imagine que você passou meses se programando para uma viagem internacional (ou até mesmo nacional), e ao longo desse tempo tudo que você consegue pensar é na diversão dessa aventura. Acontece que, por algum motivo, o seu voo é cancelado, então veja algumas dicas do que fazer se o seu voo for cancelado.

Na hora, no calor do momento, é normal que a gente fique sem reação. Afinal, você já estava totalmente preparado para essa viagem. Quando você recebe essa notícia, o corpo não costuma ter controle de suas ações, e nós ficamos sem saber o que fazer.

Isso é totalmente compreensível, e por isso você precisa saber o que deve fazer nessas situações. Inclusive, antes da compra, é necessário se informar sobre isso para ficar resguardado do que pode vir a acontecer no futuro nos seus assuntos relacionados a viagem.

Dito isso, vamos conferir agora essas dicas que podem ser úteis a você caso o seu voo for cancelado.

Não esqueça também de conferir nossas Dicas para Viajar de Avião

Quais os meus direitos se o meu voo for cancelado?

O primeiro passo para entender o que você deve fazer quando o seu voo é cancelado é conhecer os seus direitos, afinal, você precisa compreender o que pode ou não ser pedido e reclamado.

Nossa dica é que, ao realizar e finalizar uma compra relacionada a viagem, guarde todos os comprovantes possíveis e existentes acerca dessa compra. Inclusive, gastos com alimentação, passeio e hospedagem (se você já estiver no destino), além de gastos que poderiam ter sido evitados com o cancelamento.

Ou seja, você deve reunir tudo aquilo que comprove que houve um prejuízo com você por conta do cancelamento. O tempo que você esperou para resolver essa situação (não são todas, mas algumas agências de viagem tentam resolver) e se você perdeu algum compromisso por conta disso.

A Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) publicou uma resolução (141/2010) que dispõe sobre alguns dos seus direitos nesse tipo de ocasião. Quando o passageiro, no caso você, não consegue nem embarcar, sendo o motivo cancelamento ou atraso do voo, você tem direito a uma assistência, e nesse caso, material.

Essa assistência serve para diminuir todo o desconforto causado por essa situação inconveniente, pois não foi sua culpa, e a agência de viagem precisa fazer algo para que isso seja amenizado. Essa assistência começa a contar quando o cancelamento é confirmado, sendo a alimentação e hospedagem garantida.

Com quem posso reclamar sobre o voo cancelado?

Quando essa situação ocorrer com você, ou até mesmo alguém próximo, você precisa se preocupar com a comprovação dos fatos. É necessário provar que o que você passou é verdade, pois algumas pessoas ainda tentam contornar isso dizendo que é mentira.

A primeira dica de comprovação que demos foi a juntada de documentos relacionados a viagem em si, que seriam notas fiscais e até fotos. A segunda dica é que você tire foto do painel do aeroporto.

Sempre que um voo for cancelado, isso fica registrado no painel, e se pedir para a segurança do local, talvez demore um pouco.

Além disso, guarde o seu bilhete antigo, o do primeiro voo cancelado. Caso eles pretendam te realocar para outro voo, guarde esse novo ticket também. Se em algum momento tudo isso necessitar de um processo judicial, você estará resguardado.

A companhia aérea que você está atrelado para a viagem com certeza tem uma sede dentro do aeroporto. Você vai se encaminhar até lá, e abrir um requerimento para atestar o cancelamento.

Quando eles geraram um número de protocolo ou imprimirem alguma nota comprovando isso, tire foto e guarde.

Como estou resguardada desses direitos?

A ANAC tem um papel importante no que se refere a esses acontecimentos de cancelamento de voo, inclusive, como percebemos acima, ele publica resoluções acerca desses possíveis fatos para que o passageiro esteja resguardado. Essa preocupação surge a partir da leitura e interpretação do Código de Defesa do Consumidor.

Quando você compra uma passagem aérea, nesse exato momento, a companhia aérea deve se tornar inteiramente responsável por serviços que você concordou e adquiriu. Porém, com toda responsabilidade, surgem acasos, e esses acasos podem ser relacionados ao cancelamento do voo, então não se preocupe quanto aos seus direitos, basta conhece-los.

Além disso, fica a seu critério se você deseja ou não iniciar um processo judicial. Algumas pessoas não gostam de estar envolvidas com a justiça, por entender que é uma briga, e desistir de lutar por seus direitos.

Acontece que, se o voo for cancelado e você sente que o cancelamento prejudicou em larga escala tanto o seu dia como a sua programação, é necessário correr atrás dos seus direitos.

Obviamente, se você contratar um advogado para te ajudar nesse caso, ele vai tentar uma conversa, extrajudicial, com a pretensão de resolver isso de maneira pacífica e sem ir à justiça. Caso essa alternativa não dê certo, não desista, pois a justiça deve ser feita.

Esse Post foi desenvolvido pelo Blog Viajando com Você