A Delta Air Lines, em parceria com a U.S. Customs and Border Protection (CBP), expandirá o embarque com reconhecimento facial em novos aeroportos. O sistema será implementado nos aeroportos internacionais de Atlanta, Minneapolis e Salt Lake. A tecnologia, aliás, será expandida a tecnologia para 49 novos portões de embarque e todos os voos internacionais.

Com isso, passageiros com voo direto para um destino internacional da Delta e suas parceiras podem usar a tecnologia de reconhecimento facial para embarcar nesses aeroportos. Porém, se algum passageiro não quiser usar o novo sistema, basta avisar o agente e fazer o embarque seguindo o procedimento normal. Usando, assim, o cartão de embarque e o passaporte.


LEIA MAIS:
+ Delta Air Lines bate recorde de passageiros no mês de maio
+ Delta mantém voo sazonal entre Rio de Janeiro e Nova York em 2020
+ Delta recebe 1º Airbus A330-900neo que voará para a Ásia; veja

“Já estamos vendo melhorias na medição da satisfação dos clientes que se deslocam pelo aeroporto de Atlanta. A expansão do sistema de reconhecimento facial no embarque permite que mais clientes aproveitem esse processo fácil e rápido, um passo importante no nosso plano de implementação de reconhecimento facial em nossos hubs em todo o país, definindo a experiência para o setor”, destaca o diretor de operações da Delta, Gil West.

Aeroporto Internacional de Atlanta

A expansão do sistema para o aeroporto de Atlanta, no Terminal E, complementa a experiência biométrica desde a entrada até o embarque dos passageiros internacionais do aeroporto. A companhia avaliou a satisfação dos passageiros e obteve os seguintes apontamentos:

  • 70% deles gostaram da experiência de usar o sistema de reconhecimento facial desde a entrada até o embarque;
  • 72% deles preferem reconhecimento facial ao embarque padrão;
  • 93% dos clientes não tiveram problemas ao usar a tecnologia no embarque.

Expansão

A expansão com o sistema Delta Biometrics é o próximo passo após o lançamento do primeiro terminal biométrico nos Estados Unidos e a experiência desde a entrada até o terminal no DTW. Resultado, aliás, de vários anos de testes opcionais de reconhecimento facial com a CBP nos aeroportos de ATL, DTW e JFK.

Além disso, a companhia testou o autosserviço biométrico de despacho de bagagem em MSP para clientes internacionais. A Delta também testou o embarque biométrico no Aeroporto Nacional Ronald Reagan, em Washington, e lançou o check-in biométrico opcional em todos os Delta Sky Clubs domésticos, com o suporte da Delta Biometrics.


Leia também:
Iata avalia com positividade decisões do governo brasileiro
KLM assina com Embraer para compra de 35 jatos E195-E2
Lufthansa é escolhida como “Melhor Companhia Aérea da Europa”; confira

O post Delta expande embarque com reconhecimento facial em novos aeroportos apareceu primeiro em Brasilturis Jornal – Tudo sobre o mercado de turismo no Brasil.