Segundo a analista de investimento da Cowen, Helane Becker, a companhia aérea se beneficiou porque não opera voos com o modelo, responsável por dois acidentes fatais