CWT: dois terços dos viajantes preferem reservar passagens digitalmente

A CWT apontou que 69% dos viajantes corporativos de todo o mundo preferem comprar suas passagens aéreas digitalmente em vez de recorrer a um atendimento humano. A pesquisa mostra que isso é tendência para reservas de hotéis (78%), transporte terrestre (71%) e check-in para voos (68%).

Contudo, a pesquisa da CWT também apontou que os viajantes ainda são mais receptivos falando com uma pessoa ao fazer o check-in (46%) e check-out (51%) nos hotéis, preferindo o atendimento humano nessa questão.

No geral, os viajantes da região Ásia-Pacífico são os mais propensos a preferir a tecnologia ao contato pessoal – 73% dos entrevistados preferem reservar seus voos digitalmente, contra 71% dos viajantes nas Américas e 61% dos europeus.

Enquanto isso, 84% dos viajantes dos países da Ásia-Pacífico preferem reservar hotéis digitalmente, contra 77% dos das Américas e 70% dos europeus. Para os viajantes brasileiros, a preferência pela tecnologia ao reservar o voo é de 79%, superando a média nas Américas e nos Estados Unidos (71%).

Quando se trata de fazer o check-in para seus voos, os viajantes das Américas estão mais propensos a usar a tecnologia do que o contato pessoal: 73% disseram preferir as soluções tecnológicas, contra 66% dos europeus e 65% dos viajantes da Ásia-Pacífico. Para os brasileiros, a tecnologia é a forma escolhida para 76% dos entrevistados.

“As interações digitais estão crescendo, e a indústria de viagens deve continuar evoluindo para oferecer às empresas e seus funcionários a experiência que eles desejam e esperam”, afirmou Andrew Jordan, Head Global de Produtos e Tecnologia da CWT.


LEIA MAIS

+ CWT registra US$ 1,7 bilhão em novas vendas em 2018; confira
+ CWT ERM lança nova versão de plataforma de gerenciamento de viagens
+ CWT prevê queda de 4% na média global de preços de passagens aéreas

Smartphones VS. Computadores

A pesquisa da CWT também mostra que uma porcentagem significativa de viagens ainda é reservada pelo computador – 45% em 2019, contra 53% em 2018 e 52% há dois anos. Mas os smartphones estão se aproximando: 41% em 2019, ante 34% no ano passado e 32 % em 2017. Os tablets ocupam o terceiro lugar, com 11%.

Os dados revelam, ainda, que os viajantes europeus estão mais inclinados a reservar suas viagens em um desktop ou laptop (55%), seguido por viajantes das Américas (49%) e da Ásia-Pacífico (36%). No Brasil, 47% dos viajantes preferem reservar as viagens pelo desktop ou laptop – em 2018 e 2017, essa preferência era de 50%.

A reserva por celular pelos viajantes brasileiros é feita por 45% – eram 44%, em 2018, e 42%, em 2017.

“O viajante corporativo moderno quer ser capaz de tomar decisões imediatamente, da maneira que lhe for mais adequada. As empresas precisam proporcionar a seus colaboradores as ferramentas necessárias, tais como aplicativos móveis, para melhor equipá-los em sua jornada”, explicou Jordan.


Leia Também:

Hurb investe em tecnologia e migra plataforma para Google Cloud
Abav firma parceria com novo player de tecnologia para agências; confira
Google expande alcance do Touring Bird, seu aplicativo de atividades

O post CWT: dois terços dos viajantes preferem reservar passagens digitalmente apareceu primeiro em Brasilturis Jornal – Tudo sobre o mercado de turismo no Brasil.