Presentes no encontro, Azul, Gol e Latam deram suas justificativas para os altos valores praticados nas rotas nacionais