Clia Brasil se posiciona após boatos de descarte de esgoto em SC

0 0
Read Time:2 Minute, 23 Second

Após um vídeo circular pelas redes sociais afirmando que a MSC descarta esgoto em Balneário Camboriú, em Santa Catarina, a Associação Brasileira de Cruzeiros Marítimos (Clia Brasil) decidiu se posicionar.

Em nota, a entidade reforça que as companhias marítimas seguem uma rígida legislação de tratamento de resíduos líquidos e sólidos nacional e internacional. Além disso, destaca que “não se trata da política de uma empresa, mas sim de normas de todo o setor, que trabalha com segurança para preservar o meio ambiente”.

“Sobre o vídeo que está circulando nas redes sociais e que trata de um possível descarte de esgoto de um navio no mar de Balneário Camboriú, reiteramos que a mancha que aparece trata-se de uma consequência do movimento dos motores revolvendo o material do fundo quando o Navio está parado ou manobrando. Atualmente, as embarcações ficam paradas dinamicamente, com os motores funcionando, para não girarem no eixo e, por ficarem a poucos metros do fundo, levantam areia, argila ou lama apenas em volta do Navio. Os sistemas de tratamento de resíduos são de última geração e o descarte só é feito a mais de quatro milhas da costa e em movimento, depois de um rígido tratamento, que resulta, na maioria das vezes, em um produto mais limpo do que a água em que os Navios navegam”, declara a Clia Brasil em comunicado.

Para complementar, a associação enumerou alguns exemplos de práticas atuais, como:

  • Todas as escalas de navios dentro do Brasil são fiscalizadas pela ANVISA (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) e pela Marinha do Brasil. Vale ressaltar que todas, sem exceção, são aprovadas por seguirem as normas.
  • As empresas associadas à CLIA respeitam a política de descarte zero de esgoto sem tratamento, seguindo a MARPOL (Convenção Internacional para Prevenção da Poluição por Navios), e, muitas vezes, fazem muito além do que é indicado.
  • Os navios de cruzeiros das companhias associadas à CLIA possuem oficiais de segurança ambiental a bordo, responsáveis por controlar todos os processos de tratamento de resíduos, reciclagem de materiais, além de coordenar e monitorar os procedimentos internos, visando atender às normas nacionais e internacionais.
  • As companhias de cruzeiros reciclam 60% mais resíduos por passageiro do que uma pessoa recicla, em média, em terra.
  • A cada ano, as empresas de cruzeiros reciclam 80.000 toneladas de papel, plástico, alumínio e vidro no mundo.

Também, por meio de vídeo, destacou sobre o assunto, deixando claro que, em tempo de fake news, o material é um boato. Confira:


LEIA TAMBÉM:
- Fórum Clia Brasil reúne players do setor de cruzeiros em Brasília (DF)
- 2º Fórum Clia Brasil 2018 debaterá o futuro dos cruzeiros, em Brasília
- CLIA Brasil apoia o Ministério do Turismo no projeto Brasil Braços Abertos

O post Clia Brasil se posiciona após boatos de descarte de esgoto em SC apareceu primeiro em Brasilturis Jornal – Tudo sobre o mercado de turismo no Brasil.

Happy
Happy
0 %
Sad
Sad
0 %
Excited
Excited
0 %
Sleepy
Sleepy
0 %
Angry
Angry
0 %
Surprise
Surprise
0 %