Os números oficiais do segundo trimestre serão divulgados na próxima semana e serão um reflexo dos problemas com o 737 Max, que está proibido de voar após acidentes