Empresa fará mudanças importantes em sua malha aérea doméstica a partir de abril. Deixará de operar em três aeroportos do Brasil e descontinuará outras rotas.