A Anac decidiu e, agora, os horários de pousos e decolagens (slots) do Aeroporto de Congonhas ficaram com a Azul (15 slots), Map (12) e Passaredo (14), conforme anunciado nesta quarta-feira (31).

Contudo, de acordo com a Anac, em comunicado, a Map e a Passaredo deverão comprovar que atingem os requisitos operacionais exigidos para o terminal. Já os 14 slots da Two Flex foram alocados na pista auxiliar e estão pendentes de confirmação.

As 41 operações em Congonhas haviam sido deixadas pela Avianca Brasil, que entrou em processo de recuperação judicial em dezembro de 2018 e vinha cancelando voos e devolvido aeronaves até a suspensão de todas as operações pela Anac.


LEIA MAIS

+ Anac: aéreas nacionais transportam recorde de viajantes para o exterior
+ Anac suspende todos os voos do Boeing 737 Max 8
+ Azul amplia voos em Pato Branco (PR) após certificação da Anac

A medida da Anac, tomada após reunião extraordinária da diretoria colegiada, busca recompor a oferta do aeroporto que teve os horários em diferentes slots afetados com o início da crise da Avianca Brasil, que fez com que as passagens ficassem até 30% mais caras no primeiro semestre, segundo a agência de aviação.

A decisão de distribuição temporária pela Anac não leva em conta o leilão realizado no última dia 10 de julho. Na ocasião, Gol e Latam ficaram com cinco “pacotes” de slots da Avianca Brasil que incluíam operações em Congonhas.

Porém, devido a indefinição da validade ou não do leilão no âmbito legal por parte de Justiça de São Paulo, nenhuma das companhias pode se movimentar e anunciar novos voos.


Leia Também:

Gol promove palestra e destaca Voe Biz durante Gramado Summit
American Airlines deixa de voar na Bolívia; entenda
Air France removerá aviões A380 da frota e encomenda 60 A220

O post Anac divide slots de Congonhas entre Azul, Map e Passaredo apareceu primeiro em Brasilturis Jornal – Tudo sobre o mercado de turismo no Brasil.