Especialistas em aviação e competição de mercado acreditam que tal decisão pode ser tratada como um sinal dos tempos, abrindo caminho para outras companhias aéreas