A Air China encomendou 20 Airbus 350, que serão adicionadas às dez já em serviço e serão possíveis substitutos para as aeronaves de longa distância mais antigas