Transport Canada fechou o espaço aéreo para o modelo e segue a mesma decisão de mais de 21 países, incluindo China e União Europeia