Aeroporto Santos Dummont

No rio há basicamente 2 aeroportos: Santos Dummont e Galeão. Um serve para voos domésticos, ponte aérea e o outro para voo internacionais. Eu não sei o motivo, mas há muito mais overbooking e voo cancelado de voo no Santos Dummont do que no Galeão. Isso é um problema das cias áreas ou do aeroporto, vocês sabem?

A pista de lá é considerada por especialistas como uma das mais difíceis do mundo, possui apenas 1.323m x 42m. A proximidade com o mar aumenta a pressão psicológica para as aterrissagens.

Alguns números do Aeroporto Santos Dummont:

Sítio Aeroportuário
  • Área total:833.703 m²
Pistas de pousos e decolagens

Pista Principal (2R/20L):

  • 1323 x 42 metros

Pista Auxiliar (2L/20R):

  • 1260 x 30 metros

Instrumentos de pouso e rádionavegação:

  • LOC/DME
  • NDB

Capacidade:

  • 29 movimentos/hora
Terminal de Passageiros

Área: 61.000 m²

51 posições de check-in

55 totens de autoatendimento

Capacidade:

  • 1.800 passageiros/hora
  • 9,9 milhões de passageiros/ano

Embarque:

  • 8 pontes de embarque

Desembarque:

  • 6 esteiras de restituição de bagagens

Estacionamento de veículos:

  • 3.414 vagas
Pátio de aeronaves

Área: 95.800 m²

Estacionamento de aeronaves para aviação comercial:

  • 8 posições de alocação com finger (Pontes de embarque)
  • 12 posições de alocação remota
  • Total: 20 posições

Estacionamento de aeronaves para aviação geral:

  • 25 posições para asa fixa
  • 7 posições para asa rotativa
  • Total: 32 posições
Movimentação do Aeroporto do Rio
Movimentação do Aeroporto do Rio

 

Buenos Aires e Bariloche dicas do que levar em cada um deles

A Argentina pode te surpreender Buenos Aires e Bariloche são ótimos destinos, situados em pontos extremos, no entanto para quem gosta de viajar poderá visitar ambos em uma única viagem. Mas você sabe o que levar para cada um deles? 

Não se preocupe ao longo deste artigo você ficará sabendo o essencial para que sua viagem seja inesquecível.

Quando viajamos queremos levar o mundo dentro da mala, levando o básico além de poder trazer mais coisas ficará isento de pagar com o excesso de bagagem. Vamos as dicas?

Buenos Aires

Buenos Aires possui as estações bem acentuadas, porém o clima costuma oscilar, vá preparado para instabilidades, leve roupas pensando no sol e na chuva, para o frio e para o calor. 

Talvez você possa precisar de adaptares pra eletricidade e muita atenção quanto a voltagem local que costuma ser de 220 volts. 

Para te ajudar com a Organização

Monte sua mala em 3 camadas: 

1ª Meias devem ser colocadas dentro dos sapatos que devem estar dentro de um saco apropriado. 

2ª Calças dobre o menos possível, aproveite os espaços na lateral da mala para guardar acessórios, desde peças íntimas a bijuterias. 

3ª Camisas / Blusas precisam ser dobradas, se existir gola certifique-se de que uma não ficará sobre outras.

Bariloche

Durante todo o ano o turista encontra atrações, ao contrário de Buenos Aires, em Bariloche neva durante o inverno, assim sendo roupas de frio são itens essenciais na hora de arrumar sua mala. Em maio chove bastante, e o frio é intenso, no mês de junho fica por volta dos 12º C. 

Com a neve você precisa de roupas especiais, é fácil encontrar lojas onde é possível alugar essas roupas com facilidade. 

Quando estiver fazendo sua mala para Bariloche acrescente na sua bagagem blusa e calça térmica, ah não se esqueça das meias. Por cima dessas roupas térmicas é comum usar o jeans. 

Montando sua mala em camadas

Na primeira camada, roupas térmicas.

Na segunda camada, blusas de frio como moletom, lã e etc. 

Na terceira camada, agora é a vez do casado impermeável para a neve, e casaco normal para o frio. 

As meias precisam ser grossas, ou você sentirá muito frio, essas podem ser encaixadas facilmente dentro dos sapatos ou nas laterais da mala. 

Assim como as meias protegem os pés, as luvas protegerão suas mãos do vento frio de Bariloche.

Gorro, cachecol também são bem vindos, não se preocupe com a quantidade de roupas a levar, se mantenha preocupado em estar bem aquecido, se acaso você decidir poderá alugar essas roupas por lá, por diária ou por semana. 

Buenos Aires e Bariloche dicas para ambos

  • Produtos de higiene pessoal não podem faltar na sua mala. 
  • Verifique antecipadamente se no local em que você vai ficar hospedado fornece roupa de cama, caso contrário considere levar. 
  • Não esqueça levar remédios de uso contínuo, leve também analgésicos, e descongestionante naval.

Não deixe de verificar também:

  • Adaptadores de tomada
  • Carregador portátil 
  • Documentos 
  • Passagens 
  • Vacinas em dia
  • Endereço da hospedagem 
  • Autorização para menores de idade
  • Roupas o suficiente e,
  • Calçados

 

Viajar é uma aventura, por isso sempre esperamos que tudo ocorra perfeitamente bem, a organização de uma viagem começa no se decidir viajar.

Após a escolher o local tenha sempre um bloquinho para ir fazendo anotações e, sempre que lembrar de alguma coisa anote para não esquecer.

Lembrou de algum item que não citamos aqui? Fale com a gente, qualquer dúvida também estamos a disposição para te ajudar!

Gostou do conteúdo? Compartilhe com os seus amigos que pretendem viajar e até a próxima.

Como escolher o melhor destino de férias?

Muitas pessoas, mesmo os muito jovens e os muito velhos, gostariam de viajar para o Brasil. Existem várias razões pelas quais você gostaria de viajar para o Brasil, e algumas podem parecer óbvias, mas ainda é muito importante conhecê-las, para que você possa organizar suas férias da melhor maneira possível. Conhecendo estas três principais razões pelas quais as pessoas gostariam de ir de férias no Brasil, você pode procurar as opções mais adequadas para sua viagem. 

Férias no Brasil significa que você pode se divertir e relaxar com sua família e amigos. E, claro, se você viajar para o Brasil com um grupo de amigos ou um grupo de crianças, todos se divertiram juntos. No entanto, se você estiver viajando sozinho, você pode ter certeza de que está seguro e que ninguém lhe causará problemas, então você não terá problemas quando você for de férias para o Brasil. 

Viajar para o Brasil é como ter uma ótima sensação cada vez que você entra no seu quarto de hotel, assim como o lugar onde você está hospedado. Como visitante, vai sentir-se como se estivesse no paraíso. Você vai sentir se andar ao ar livre no Rio de Janeiro e não vai sentir se estiver apenas sentado em casa. 

Se você viajar para o Brasil com uma família, você também pode criar lembranças que você vai guardar para sempre. Seus filhos vão adorar ter suas próprias férias, e estas férias serão inesquecíveis para todos eles. Muitos pais não pensam muito nisso, mas na verdade, este é um dos maiores benefícios de viajar para o Brasil, e é algo que você nunca esquecerá. 

Se você planeja levar sua família com você, então você deve olhar para as diferentes opções disponíveis. Você deve decidir sobre as diferentes ofertas disponíveis para as férias. Você pode comparar as diferentes ofertas disponíveis. É importante que você escolha a melhor oferta para o seu orçamento, para que você possa desfrutar das melhores férias possíveis. 

Ter a escolha certa de férias é muito importante. Com o mundo se tornando cada vez mais competitivo, é realmente difícil encontrar um bom negócio para umas férias. A economia brasileira está crescendo e, como resultado, mais famílias estão optando por férias no Brasil. Isto torna muito difícil para aqueles que não têm acesso à Internet encontrar as ofertas de férias perfeitas. 

É recomendado que você vá com um fornecedor confiável e não venda facilmente o seu interesse a uma empresa falsa. Você precisa pesquisar a disponibilidade de férias diferentes e finalmente você precisa escolher a melhor oferta para as suas necessidades. 

Ao planejar suas férias, você deve se certificar de conseguir ótimos negócios para isso. Por isso, não seja vendido com uma oferta barata que está disponível no último minuto. Lembre-se que quando você decidir viajar para o Brasil, você deve cuidar do seu dinheiro e de sua família, portanto você deve ter sempre muito cuidado ao se preparar para escolher as férias perfeitas. 

Não se engane quando compra as suas férias, há sempre maneiras de alguém o enganar. Portanto, não se esqueça de procurar as ofertas certas e o fornecedor certo. 

Além de procurar as melhores ofertas, você também deve reservar um tempo para verificar a reputação da empresa, pois isso é realmente importante. Dê uma olhada no site deles, fale com eles pelo telefone e visite seu escritório. 

Você também deve cuidar do seu serviço de atendimento ao cliente, o que você pode fazer visitando o seu site regularmente. Além disso, certifique-se também de que está satisfeito com os serviços que recebe.

Sorvete ou Gelato

Sorvete e Gelato: são opções diferentes?

O sorvete é uma criação com origem chinesa há mais de 3 mil anos que caiu no gosto popular e hoje é consumido por pessoas de todo o mundo – seja em dias mais quentes, amenos e até os mais frios para quem não abre mão de desfrutar desse prazer!

Por ter alcançado países com culturas e costumes diferentes, podemos encontrar diferentes receitas de sorvete da primeira versão (composta por gema de ovo, frutas, mel e neve).

Essas variações têm características próprias, portanto, não são só ingredientes diferentes. Os sorvetes têm formas de preparação, texturas e sabores muito distintos!

Entendemos então que o sorvete e o gelato são sim opções de sobremesa diferentes. Quer entender como identificar quais são as particularidades de cada um para saber quando ir a sorveteria ou quando ir em busca de um gelato.

O que é um gelato?

A sobremesa conhecida como gelato, conhecida por alguns como sorvete gourmet, é uma especialidade artesanal italiana feita com ingredientes frescos, tendo como ingredientes base: água, leite, açúcar e componente do sabor escolhido.

É preciso ter o equilíbrio entre açúcar e água para que a textura do resultado final seja de fato um gelato. Por isso, cada receita para um sabor específico exige uma quantidade diferente de açúcar!

O gelato também é servido em temperatura diferente de sorvete e picolé que conhecemos (entre -12°C e -14°C), uma vez a ideia é permitir a degustação mais intensa do sabor por meio das papilas gustativas. Por isso, quando está sendo feito, o gelato é colocado aos poucos na mantecadora e ser mantido com certa distância do equipamento.

Por ser considerado um produto completo para alimentação (tendo proteínas, açúcares e leite), é possível até consumir gelato no café da manhã e não prejudicar sua saúde.

O que é o sorvete?

Os sorvetes têm a mesma base líquida que um gelato, tendo ingredientes lácteos (leite e creme de leite) e o crème anglaise – o qual é feito com ovos adicionados aos integrantes do sabor escolhido.

A diferença entre um sorvete de massa, ou até um sorvete de palito, com os outros tipos de sorvete como o gelato é a questão do nivelamento de ingredientes específicos (água, açúcar, gordura e aditivos alimentares).

Essa diferença permite que um sorvete de morango, por exemplo, dure mais tempo do que um gelato de morango.

A quantidade de açúcar ou a escolha por sacarose/mel também faz com que o sorvete nunca chegue a virar uma bola de gelo, uma vez que seus emulsificante ressaltam o sabor e a consistência do sorvete. É por isso que você pode tomar um sorvete de limão com a mesma textura e consistência de sabor que um sorvete de flocos.

Já os agentes de espessamento ajudam a facilitar o congelamento, exigindo que o sorvete seja mantido em ambientes com temperaturas entre -20°C até -25°C.

O que é melhor?

Se com tantas opções já fica difícil escolher um só sabor de sorvete, é impossível definir de forma justa qual dos dois tipos de sobremesa é melhor em questão de sabor.

Tudo vai depender das preferências e experiências de cada um com tais produtos, mas não podemos negar que são irresistíveis!

Seja sorvete de pote, sorvete de massa na casquinha, sorvete picolé, gelato, sorbet, semifreddo ou frozen yogurt, não dá para dizer que são dispensáveis e indiferentes no mundo. Afinal, quem não gosta de um sorvete?

É interessante lembrar que todos esses e outros tipos de alimentos que devem ser conservados em baixa temperatura podem ser consumidos no frio, até porque não são eles que provocam doenças como gripe, dor de garganta ou resfriado – o problema responsável por isso é a baixa imunidade.

Para ninguém ficar de fora, já é possível até tomar sorvete sem lactose e as possibilidades dessa categoria vão desde opções mais simples como sorvete de coco, um sorvete de maracujá e o famoso sorvete de baunilha até opções como o sorvete de leite condensado, o unânime sorvete de chocolate e o delicioso sorvete napolitano.

As opções não acabam por aí, aliás, existem muitas mais (até onde a criatividade e as técnicas culinárias permitirem). É interessante até tentar viver um dia de chef e começar a tentar montar pratos ou recriar receitas com sorvetes!

Ficou com água na boca, né? Então fique a vontade para ir atrás do seu sorvete, agora tendo mais informações e podendo escolher a melhor opção para o seu momento!

Recomendamos que verifique a tabela nutricional e quais são os ingredientes para saber o que de fato você está consumindo – não só com os sorvetes e gelatos, mas qualquer produto que for ingerir. Isso é importante principalmente para quem tem problemas de saúde, está de dieta ou tem alergia a alguns tipos de alimentos.

Lembre-se que o acompanhamento médico não é dispensável!

O que fazer de o seu voo for atrasado ou cancelado?

Quando viajar num voo atrasado, num voo cancelado e/ou num voo combinado, certifique-se que conhece os seus direitos e obtenha as informações necessárias para apresentar uma reclamação. Certifique-se de que não se sente pressionado a enviar documentos e outras informações sobre o seu voo e bilhete. 

Em geral, se não for possível obter uma resposta de uma agência de viagens aérea, deve-se ligar para o número de atendimento ao cliente fornecido no bilhete, por exemplo, a central de atendimento e a linha direta de reservas. Mas se a resposta for não ou se você não tiver a opção de falar com alguém fora da companhia aérea, você deve ser capaz de fazê-lo. 

Se você achar que tem que voar em um voo atrasado, você deve perguntar se há alguma opção de reembolso quando você reservar seu bilhete, ou se você tem um problema com seus preparativos de viagem, e estar preparado para fazê-lo. Se você estiver em um vôo combinado, descubra se há alguma consideração especial que você teria tido ao fazer sua reserva separadamente. Quando você perguntar, também pode ser útil saber se você pode cobrar dinheiro por uma taxa. 

Antes de ir para outro país, verifique se você terá problemas com o idioma ou assistência em viagem quando chegar. Se você tiver um problema de idioma, isso pode ser diferente para as companhias aéreas do seu país de destino do que para o seu próprio país. Você pode conseguir uma renúncia que permita a questão do idioma. 

Quando estiver atrasado, deve informar a companhia aérea para que eles possam descobrir o que fazer com as suas malas. Você deve informá-los se deseja que suas malas sejam retiradas do avião e certificar-se de que o faça. 

Em alguns casos, a companhia aérea tem malas separadas para transportar sua bagagem, mas quando isso acontecer, você deve entrar em contato com eles, dizer-lhes seu nome e, em seguida, pedir-lhes para ligar para a companhia aérea. Você também pode deixar um bilhete com as companhias aéreas para que elas saibam que você estará lá se elas ligarem, por exemplo, eu estou no voo esperando por uma mala. 

Quando as companhias aéreas souberem que você estará a bordo com sua bagagem, eles tentarão colocar sua bagagem no avião. Eles vão descobrir por si quanto tempo demora a carregar o saco no avião. 

Se você não conseguir ver a pessoa que estará manuseando sua bagagem, não se esqueça de dizer quanto tempo você precisa estar lá. Se você já estiver fora do aeroporto, diga-lhes a última vez que viu a bagagem e o terminal de partida. Mesmo que você esteja fazendo um voo noturno, você deve ter certeza de dizer isso a eles quando você fizer o check-in, para que eles saibam a que horas você chegará. 

Quando você informar à companhia aérea que não pode ver a pessoa que manuseia a sua bagagem, ela decidirá se vai buscá-la ou não. Quando ligar para a companhia aérea, diga-lhes que se encontrará com eles no terminal para ir buscar a sua bagagem. 

Deve-se permitir mais tempo para datas e horas de viagem se estiver programado para viajar várias vezes por ano. Isto porque quando você reservar seus ingressos, há uma opção para mais de uma data, como por exemplo, uma semana, um mês, etc. Quando a companhia aérea  informar as datas em que deve estar presente durante um determinado dia, você sabe que estará presente o tempo todo, mesmo que chegue mais tarde do que o esperado. 

Se você tem horas extras, você deve pagar por isso. Algumas das companhias aéreas oferecem tarifas muito baratas para chegadas antecipadas ou reservas de última hora, mas você nunca deve pagar por seus dias extras.

Seu cabelo muda em viagens? Saiba o que fazer

Cabelo muda em viagens, é fato. Se você nunca reparou, tente lembrar como seu cabelo costuma se comportar em uma viagem, tanto nacional quanto internacional. Fica mais ressecado? Sem definição? Opaco? Armado? Se já sentiu essa diferença, talvez tenha sentido aquela frustração ao se ver descabelada em uma naquela foto num lugar bacana que postou no Instagram… Vamos acabar com isso agora mesmo? É só entender o que faz o seu cabelo mudar tanto, e o que fazer para evitar ou lidar com essa mudança.

Ao viajar, uma das primeiras mudanças sentidas é na textura dos cabelos. A transformação é visível e diferente para cada pessoa e pode começar até mesmo no avião, devido ao ar-condicionado da aeronave. Há quem sinta o cacho sem forma, o liso com frizz, o ondulado mais seco… E tudo isso por alguns motivos: clima, água e diferenças entre cabelos.

O calor, o frio, a alta umidade ou a falta dela são os principais fatores que influenciam no aspecto do cabelo. E é simples de explicar: a haste capilar sofre efeito direto do ambiente! Isso significa por exemplo que a alta concentração de moléculas de água no ar pode impregnar no fio de forma que o cabelo fique menos propenso à oleosidade. Nos climas temperados e frios, os cabelos sofrem mais com o ressecamento, e se já foi para a Europa, sabe bem do que estou falando. Mas não que o efeito seja o mesmo para todos os fios.

O impacto é maior em cabelos com cachos

No frio da França, o tempo é mais seco, e isso pode ser muito ruim para crespas e cacheadas que já sofrem com o ressecamento natural dos fios. No entanto, o efeito também pode ser outro: as ondas dos cachos ficam melhor definidas! Se sua viagem for por terras brasileiras, o cacheado e também o ondulado podem ficar rebeldes, o oposto do que muitas pessoas sentem em países como o Japão e a Índia.

As mudanças climáticas atingem mais os fios cacheados do que os lisos, e isso tem uma razão. O fio cacheado fica mais próximo um do outro, sendo mais propenso a sentir o impacto da eletrostática, ganhando uma boa dose de frizz com facilidade.

Os cabelos quimicamente tratados também são bem sensíveis a viagens em geral, pois perderam as camadas mais externas protetoras da haste capilar, que fica enfraquecida e suscetível às mudanças climáticas.

A água também influência na textura do cabelo

Quem nunca tomou banho no hotel dos sonhos e não sentiu aquela diferença no cabelo depois? Seja nos EUA, na Austrália ou mais pertinho, na Argentina, a água exerce uma influência enorme na reação do cabelo ao país escolhido como seu destino da vez. Isso por conta do teor de cloro mais elevado (ou menos), ou também por conta da quantidade de minerais na água do chuveiro. No Chile, por exemplo, a água de é como neve derretida – cheia de minerais, que são envolvidos em ativação de enzimas, no funcionamento correto de proteínas.

Se você lavar o cabelo com água de pH mais ácido, as cutículas vão se fechar mais e o cabelo ficará mais brilhoso; no entanto, se a água for mais alcalina, as cutículas ficarão mais abertas e você sentirá o cabelo bem mais áspero ao toque.

A temperatura também muda o cabelo

Você já deve sentir o impacto do frio/calor na cidade onde está. Se mudar de estado, sentirá ainda mais. Imagine mudando de país? O verão é mundialmente conhecido como a estação mais prejudicial à saúde capilar, ressecando as madeixas por conta de cloro, sal e a própria radiação solar – que envelhece o fio. Mas o frio também pode ser o vilão da história. No inverno, o cabelo tende a ficar mais oleoso e sujeito à dermatite. Ou, devido ao uso excessivo de água em temperatura muito elevada, os fios ficam super-ressecados!

Viajar sim, sofrer com o cabelo não

Ninguém quer deixar de viajar por conta de mudanças no cabelo não é? Imagine só, impossível… Mas ninguém quer sofrer com o visual registrado nas fotos ou perder tempo arrumando as madeixas. Viagem é para ser aproveitada, de forma tranquila, certo? Então, veja só as dicas para lidar com as possíveis transformações dos seus fios mundo ou país afora!

  1. Cuide do cabelo antes de embarcar

Nada melhor do que um cabelo saudável, esteja ele onde estiver. Então, para garantir bons days afters (dias seguintes) nos hotéis, é preciso cuidar do seu cabelo meses antes da viagem. Se algo não está legal agora, cuide. Uma super-hidratação ou nutrição (já pensou em fazer um cronograma capilar?) pode ajudar muito!

  1. Aprenda a lavar!

Você pode até achar que já sabe fazer a lavagem de cada dia embaixo do chuveiro, mas acredite a maioria das pessoas não lava o cabelo corretamente. O segredo é seguir o recomendado nas instruções de uso de cada produto mas, acima de tudo, respeitar duas regrinhas de ouro. Primeira: passar o shampoo só na raiz, massageando o couro cabeludo com as pontas dos dedos e não com as unhas. Segunda: aplicar o condicionador apenas nas pontas, e retirar todo e qualquer “restinho”.

  1. Que tal personalizar o seu shampoo para a viagem?

Aposto que não viu essa dica em nenhum lugar! Mas é isso mesmo: é possível personalizar o seu shampoo e o seu condicionador! Uma marca criou esse conceito de hair care personalizado no Brasil e está dando o que falar: você preenche um formulário dizendo como é seu cabelo, seu lifestyle, seu nível de contato com cloro ou água do mar e tudo mais, e pronto sua fórmula será criada para suas necessidades. Você pode também entrar em contato e dizer para onde está indo, ou apenas pedir no formulário os efeitos que imagina que vá precisar em determinado destino. Hidratação contínua? Brilho Intenso? Anti queda? Zero frizz? Imagine ter um shampoo e um condicionador só para neve? Outro só para quando for ao litoral? É possível!

  1. Leve bons produtos com você

Leve o seu kit personalizado e também tudo o que achar que pode ajudar desde um creme para pentear favorito até a escova com a qual seu cabelo está acostumado. E que tal uma fronha de cetim? Ela é super recomendada para cabelos crespos e cacheados, e também é uma ótima pedida para ondulados e lisos: o tecido macio não resseca nem causa frizz!

Viu só? Entendendo o que acontece com a estrutura dos fios em ambientes diferentes e o que você pode fazer fica muito mais fácil manter os cabelos bonitos durante viagens!

Outras dicas

Conheci esse site da Bélit Araújo recentemente, e vi várias dicas para cabelos cacheados. Acesse e confira.

Comida di Buteco

Como participar do comida di buteco BH?

Você já ouviu falar sobre o comida di buteco? Ele é um concurso gastronômico que surgiu no ano de 1999 na cidade de Belo Horizonte e está presente em 21 cidades do país.

Veja também: 10 Melhores lugares para sair e paquerar em BH.

Os botecos participantes criam petiscos especiais para o concurso que é experimentado e votado pelo público e pelo júri, ambos com o peso de 50%.

Ele reúne diversos botecos para uma competição saudável, onde a maior diversão é participar. Cada cidade elege o seu campeão e, depois, o campeão do país.

O concurso incentiva a simplicidade, originalidade e autenticidade dos pratos e estabelecimentos. Ele ganhou bastante prestígio ao longo de sua trajetória e isso proporcionou muita visibilidade para os estabelecimentos participantes.

Quer saber como participar do comida di buteco? Continue a leitura e confira as principais regras.

Como participar do comida di buteco

Para participar do concurso Comida di Buteco, os botecos precisam ser indicados e selecionados pela equipe de organização do concurso. Essa seleção ocorre com um ano de antecedência.

Você pode indicar ou consultar a lista de participantes pelo site do concurso ou baixando o aplicativo.

O link para acesso é http://www.comidadibuteco.com.br/contato/

Feito as indicações, a produção do concurso realiza visitas aos botecos e faz avaliações sobre a responsabilidade e participação do proprietário do negócio, bem como do ambiente, cardápio, localização, higiene e vários outros fatores.

É uma análise bem precisa e minuciosa, pois o concurso tem um perfil de participantes bem específico, logo, todos os participantes precisam se adequar.

Se você quiser se preparar para participar do Comida di Buteco, o ideal é conferir todas as regras e requisitos para facilitar e fazer com que o seu boteco seja escolhido. Essas informações estão no site citado acima.

O boteco escolhido é posteriormente convidado a participar daquela edição do concurso e recebe todas as instruções para sua realização. As vagas são limitadas, bastante disputadas e os estabelecimentos não pagam para participar.

Cada boteco cria um petisco especial para o concurso e ele fica disponível no cardápio para que os clientes e jurados possam degustar e votar no seu preferido. Esses pratos são feitos com muito carinho e personalizados para te proporcionar a melhor experiência possível.

Os critérios avaliados são 4: Petisco, atendimento, higiene e temperatura da bebida e a nota varia de 1 a 10. A duração do concurso é de um mês e após escolhidos os vencedores de cada cidade, se inicia a competição pelo prêmio nacional.

O prêmio nacional é disputado entre os vencedores de cada cidade, no mesmo formato do prêmio das cidades. Os jurados e participantes visitam todos os estabelecimentos e votam com as mesmas regras.

Cabe ressaltar que a votação é de responsabilidade de uma empresa especializada e confiável.

3 últimos ganhadores do comida di buteco BH

Ganhador de 2019: O bar Tanganica Art Bar

O mais recente vencedor do concurso Comida di Buteco, em 2019, foi o bar Tanganica Art Bar e ele teve a honra de vencer o prêmio especial de 20 anos do concurso, que fora criado em 1999. O concurso teve a presença de 52 botecos participantes.

O prato que recebeu o prêmio foi o “Vegano Di Buteco”, que é feito à base de berinjela recheado com funghi e shitake, servido com pururuca e molho madeira vegano. 

Comida di buteco
Foto: Site do Comida di buteco

Ganhador de 2018: Bar Bambu

O Bar Bambu foi o vencedor da edição de 2018, com o prato “Pirô na batatinha“, feito de Batata recheada com lombo assado e desfiado com requeijão cremoso e regado com molho barbecue. Delícia, não é?

O Bar Bambu está localizado no bairro Salgado Filho e ganhou o prêmio de melhor boteco de BH, em sua primeira participação. 

Bar bambu
Foto: Site do Comida di buteco

Ganhador de 2017: Bar Retrô Botequim Temático

O vencedor de 2017 foi o bar Botequim Temático com o prato “Ossobuco du Retrô” que é um ossobuco italiano com molho retrô mineiro, servido com guisado de quinoa peruana e torradas.

O tema das receitas desse ano foi “cereais” e o boteco participou pela primeira vez no concurso e alcançou esse prêmio tão almejado.

A cidade de Belo Horizonte é a grande responsável por todo o sucesso desse concurso, pois foi lá que esse fenômeno começou.

Na região de BH você encontra dezenas de botecos que já participaram do concurso e maioria deles ganhou muita visibilidade e se tornou referência no assunto.

Vários desses bares possuem no seu cardápio as opções dos seus pratos que participaram de edições anteriores do concurso.

Não deixe de conhecê-los e apreciar a sua culinária raiz, além de poder experimentar os pratos ganhadores ou participantes da competição.

Entenda os nomes dos pratos da culinária japonesa

Entenda os nomes dos pratos da culinária japonesa

A culinária japonesa (was 食, washoku) oferece uma abundância de delícias gastronômicas com uma variedade ilimitada de pratos regionais e sazonais.

Os restaurantes no Japão variam de barracas de comida móvel a ryotei com séculos de idade, bebedouros atmosféricos, terraços sobre rios, lojas de cadeias baratas e restaurantes temáticos exclusivos sobre ninjas e robôs.

Com tanta variedade em sua culinária é comum você ficar um pouco perdido com os nomes dos pratos japoneses.

Pensando em te ajudar, separamos um pequeno glossário para você entender os nomes dos pratos da culinária japonesa.

Sushi – 寿司

O sushi é um dos primeiros alimentos que nos lembram quando pensamos na culinária japonesa.

Essa iguaria foi um dos primeiros pratos japoneses a serem exportados para os EUA após a Restauração Meiji em 1868 e, desde então, sua popularidade aumentou ano após ano.

A palavra sushi refere-se a qualquer prato feito com arroz japonês temperado com vinagre de arroz.

Variedades comuns de sushi incluem makizushi (arroz de sushi e recheios enrolados em alga nori), sushi nigiri (montes de arroz de sushi em forma de mordida com fatias únicas de peixe cru ou similar envolto por cima) e inarizushi (arroz de sushi recheado dentro bolsos de inari; um tipo de tofu frito temperado).

Udon – うどん

Uma das três principais variedades de macarrão comidas no Japão; O macarrão udon é espesso, mastigável e tradicionalmente feito de farinha de trigo e água salgada.

O Udon pode ser servido de várias maneiras diferentes (misturado em frituras, adicionado a panelas quentes, servido frio com uma   base de sopa de tsuyu ou tentsuyu ao lado para mergulhar), mas é mais comumente usado em sopas de macarrão, onde são servidas em um caldo de sopa saboroso com diferentes guarnições.

Alguns dos pratos mais comuns de sopa de macarrão de udon incluem kitsune udon (‘fox udon’, coberto com tofu frito aburaage), tempura udon (coberto com legumes e frutos do mar temperados com tempura) e chikara udon (‘power udon’, coberto com bolos de arroz mochi grelhados).

Tofu – 豆腐

Embora o tofu seja considerado principalmente nos países ocidentais como um alimento saudável ou uma alternativa vegetariana, em países do sudeste asiático como o Japão, o tofu (particularmente o tofu de seda) é apreciado por todos e é uma parte comum da dieta tradicional.

Para responder à pergunta “o que é tofu?”, ele é leite de soja que foi coagulado, com a coalhada resultante pressionada em blocos.

Esses blocos vêm em diferentes níveis de firmeza e podem ser comidos crus (talvez com algumas guarnições salgadas), cozidos em panelas quentes ou fritos em pedaços saborosos de aburaage e usados ​​como enfeite.

Tempura – 天 ぷ ら

Se você gosta de frituras crocantes, vai adorar tempura. Tempura são pedaços ou fatias de carne, peixe e / ou legumes que foram cobertos por uma massa especial de tempura e fritos até ficarem crocantes e dourados.

Ao contrário dos nossos alimentos empanados e fritos, onde os alimentos agredidos tendem a ser feitos com carnes e peixes, o tempura costuma ser feito com pequenos moluscos como camarões ou vegetais como feijão verde, abóbora, rabanete daikon mooli e batata-doce.

O tempura pode ser comido por si só (talvez com um pouco de daikon ralado e um pequeno prato de tsuyu para mergulhar) ou servido em cima de tigelas de arroz ou sopas de macarrão.

Sashimi – 刺身

Possivelmente um dos pratos mais controversos de toda a culinária japonesa, o sashimi é peixe ou carne crua que foi cortada em fatias finas e normalmente é servida com rabanete daikon, gengibre em conserva, wasabi e molho de soja.

O sashimi difere do sushi, pois todo o sushi é feito com arroz vinagre e nem sempre contém peixe cru, enquanto o sashimi é quase exclusivamente peixe cru e nunca é servido com arroz.

O peixe usado para fazer sashimi deve ser o mais fresco possível, tanto para minimizar o risco de contaminação quanto porque o peixe mais fresco contribui para o sashimi mais saboroso.

Ramen – ラ ー メ ン

O ramen é um prato de sopa de macarrão composto por macarrão de trigo (também conhecido como “macarrão ramen”), um caldo saboroso (molho de soja, sal, missô e osso de porco tonkotsu são as quatro principais bases de caldo de ramen) e coberturas de carne, proteína, e / ou vegetais como carne de porco fatiada, alga nori, cebolinha, brotos de bambu e outros.

O Ramen é uma das iguarias favoritas absolutas do Japão atual, custando muito pouco e sendo amplamente disponível em restaurantes e bares ramen (que estão em quase todas as esquinas). De fato, o ramen japonês é tão popular que existe um museu / parque de diversões com tema de ramen em Tóquio.

Assim, esses são alguns dos principais nomes da culinária japonesa e suas devidas explicações para sanar um pouco da sua curiosidade sobre esta vasta cultura.

Milhas aéreas

7 Dicas para acumular milhas aéreas

Acumular milhas foi um ato que se tornou revolucionário na vida de muitas pessoas.

Através delas, é possível fazer viagens promocionais gastando muito menos, realizando sonhos de conhecer novos lugares ou até facilitando aquela reunião de negócios urgente. No entanto, muitas pessoas ainda consideram um mistério os métodos de acúmulo e não entendem muito bem como fazer para atingir grandes números.

Dessa forma, separamos aqui 7 novas dicas para acumular milhas e facilitar seu orçamento. Acompanhe abaixo!

Boletos bancários

O método mais comum de acumular milhas aéreas é com o uso do cartão de crédito. A grande maioria das operadoras oferece essa função e a vende de maneira bastante efetiva.

No entanto, você já pensou em ganhar milhas também com os boletos? Muitas vezes nos esquecemos, mas é possível fazer o pagamento deles através do cartão. Sendo assim, sempre que tiver a oportunidade, passe-os no crédito e acumule seus pontos. 

Faça do seu cartão o seu melhor amigo

Não importa qual seja a compra, passe-a no cartão. Com esse simples ato você vai perceber suas milhas se multiplicando rapidamente. Gasolina, compras no mercado, serviços de streaming… Todo real conta e importa.

Aplicativos de exercícios

Essa com toda a certeza é uma novidade para você. Grande parte das pessoas não sabe, mas é possível acumular pontos através de um aplicativo de exercícios físicos chamado Heartbit. Os pontos são patrocinados e recompensados nos principais programas de fidelidade ativos no Brasil.

Clube de Milhas

Uma forma um pouco diferente, mas bem efetiva e compensadora para quem está sempre viajando de avião.

No Clube de Milhas você paga um valor mensal e recebe um grande número de milhas por isso. Ademais, também existem outros benefícios como promoções exclusivas, pacotes promocionais e maior validade dos pontos adquiridos.

Os planos disponíveis são muitos e cabem em todos os bolsos. Sendo assim, vale fazer uma boa análise prévia das opções para entender aquela que mais se encaixa com a sua necessidade.

Conheça também sites como o Max Milhas

Aplicativo de transportes

O Uber já é parte ativa da vida de muitas pessoas. Ele oferece baixo investimento, agilidade e praticidade para quem precisa chegar rápido em algum lugar. Mas você sabia que ele também pode te ajudar com o acúmulo de milhas?

Em parceria com a Smiles, o Uber oferece acúmulo de milhas conforme o número de viagens realizadas. Ou seja, andando pela cidade você consegue um jeito de passear para lugares mais longes e de maneira bem barata.

Viaje

Pode parecer absurdo, mas é bem fácil acumular milhas através de viagens aéreas. No entanto, é preciso estar cadastrado no programa de fidelidade da empresa.

A grande maioria das companhias oferece milhas como “recompensa” referente a escolha da viagem. Em muitas, os trechos voando são transformados diretamente em pontos. Sendo assim, durante a viagem atual você pode ganhar milhas para economizar ainda mais nas próximas.

Compre em lojas parceiras

Quase todos os programas de acúmulo de milhas são conveniados com alguma loja parceira. Sendo assim, quando precisar adquirir um produto, verifique se ele está disponível em alguma empresa associada do programa.

Mesmo que você não faça parte do grupo que está constantemente viajando de avião, acumular milhas pode ser uma ótima vantagem. Sendo assim, comece hoje mesmo a seguir essas dicas e garanta as suas. Com simples atitudes do dia a dia você pode fazer grandes viagens e economizar muito!

The baker

Melhores destinos para comer bem no Rio de Janeiro em 2020

A cidade maravilhosa é um dos melhores destinos para viajar pelo mundo, especialmente relacionada às opções gastronômicas. Em um levantamento realizado pelo guia de viagens da CNN, por exemplo, a cidade do Rio de Janeiro está listada entre as melhores 23 cidades com a melhor comida do mundo.

Cheia de cultura, miscigenação e história, os cariocas tem uma grande variedade de pratos típicos e regionais. Mas, como toda metrópole, o Rio de Janeiro conta com muitas opções gastronômicas de todo o Brasil e de nível internacional. 

Vai viajar ao Rio nestas festas de fim de ano? Quer planejar um tour pela cidade maravilhosa em 2020? Gostaria de conhecer alguns dos melhores destinos para comer no Rio de Janeiro, indo do café da manhã ao lanche da madrugada, passando pela melhor confeitaria carioca? Confira nossa lista:

Café da manhã

Melhor padaria e confeitaria do Rio de Janeiro

THE BAKERS – Já imaginou achar uma tradicional delicatesen, no estilo das old bakeries de Nova Iorque, nos melhores bairros do Rio de Janeiro? Com tradição de confeitaria e padaria passada de pais para filhos, a The Bakers é um misto de padaria, confeitaria, restaurante e delicatessen. Sempre na lista das melhores tortas e doces do Rio de Janeiro, a confeitaria e padaria capricha nas novidades e pratos criativos para começar seu café da manhã em alto nível no Rio de Janeiro.

A casa é conhecida pelos doces, pães artesanais, café da manhã e chá da tarde, além do almoço executivo servido de segunda a sexta. Uma variedade imensa de pratos com combinações de bombas de chocolate, mil folhas, quiches, cheesecakes, folhados, pudins, strudel e tortas originais fazem parte do cardápio.

As tortas fazem sucesso. Na lista das mais pedidas estão a Almond Chocolate (com camadas de amêndoas e mousse de chocolate, decorada com amêndoas) e a Ecstasy (com bolo de chocolate recheado com chantilly e morangos com cobertura de chocolate).

Nos doces, os clássicos dominam os pedidos, como a éclair (nos sabores doce de leite, morango, maracujá, cappuccino e brigadeiro) e as tartelettes (de maçã, kiwi, morango e brigadeiro). 

A casa sofreu uma ampla reforma, anexando um espaço adicional de 200 metros quadrados. O novo espaço é um restaurante onde são servidos diversos pratos quentes entre grelhados, massas, risottos, sanduíches, itens de delicatessen, saladas, bem como as tradicionais tortas.

A The Baker também é famosa pelas cestas de café da manhã, Natal e para presente que monta e entrega. Seja por telefone ou pelo site, a confeitaria aceita pedidos dos produtos e das cestas. Catering para eventos familiares ou corporativos fazem parte dos serviços.

A confeitaria tem uma unidade no bairro Copacabana, na Rua Santa Clara 86, e uma unidade no bairro Ipanema, na Av. visconde de Pirajá 330. 

Confira as opções da melhor confeitaria do Rio thebakers.com.br

NOTA NO GOOGLE: 4.5 – com 3150 avaliações

NOTA NO TRIPADVISOR: 4,5 – com mais de 1080 avaliações

Almoço

Melhor churrascaria

RIO BRASA – O churrasco brasileiro sempre é um ponto alto destacado pelos turistas. A churrascaria Rio Brasa se destaca pela variedade de opções para todos os gostos. Nela o cliente conta com 40 cortes de carnes e buffet gastronômico com opções árabes, judaicas, japonesas, com diversas opções para vegetarianos também. O rodízio de carnes acompanha o buffet. 

Pratos a la carte são uma opção no almoço, diversas opções de carnes assadas acompanhadas de guarnição e couvert. Em uma cidade litorânea não poderiam faltar os frutos do mar. A casa destaca-se também pela variedade de frutos do mar que compõem o cardápio: ostras, camarão, bacalhau, salmão, polvo, cavaca e lagosta são opções que podem variar, conforme a sazonalidade.

Adega com muitas opções de vinhos faz parte da harmonização do almoço. E se você tem crianças, elas contam com um espaço ideal para recreação enquanto os pais almoçam tranquilamente. Com um grande salão de eventos a churrascaria aluga o espaço e os serviços para comemorações, casamentos e aniversários.

A churrascaria fica localizada na Barra da Tijuca, na Av. Ayrton Senna n 2.541.

NOTA NO GOOGLE: 4.6 – com 2500 avaliações

NOTA NO TRIPADVISOR: 4,5 – com mais de 825 avaliações

Lanche

Melhor tortaria do Rio de Janeiro

KURT – Imagine tortas muito bem feitas. Agora imagine tortas muito bem feitas com tradição de família desde os anos 40. Essa é a Confeitaria Kurt, cujos avaliadores da Veja Rio, por exemplo, nem precisam fazer muitas avaliações, já que a casa de tortas já ganhou pelo menos três vezes como a melhor da cidade.

Os maiores sucessos são receitas à moda europeia, de doçura moderada, lançadas na década de 40 pelo alemão Kurt Deichmann (1907-2000), fundador do negócio. Entre os clássicos, temos o clássico, a Sachertorte, receita vienense de chocolate, recheada de geleia de damasco. A torta Bienenstich é uma receita alemã, coberta de mel e crocante. O seu café da tarde também pode ser acompanhado de um doce como o streusel, farofa crocante com bananas e frutas vermelhas, sempre acompanhadas de um bom café.

A Kurt fica no bairro Leblon, Rua General Urquiza, 117 – B.

NOTA NO GOOGLE: 4.7 – com 930 avaliações

NOTA NO TRIPADVISOR: 4,5 – com mais de 1500 avaliações

Jantar

Melhor bar do Rio de Janeiro

BAR URCA – Como você sabe, “melhor” não significa apenas melhor comida, mas também melhor experiência. E porque não um fim de noite à beira da praia conversando e aproveitando a paisagem do Rio de Janeiro? O Bar Urca é famoso por ter uma mureta a beira da praia. É perfeito para ficar batendo papo. 

Você pode contar com as opções do restaurante para o jantar ou apenas ficar nos diversos quitutes. Entre os pratos famosos, o pastel de camarão, a empada de camarão, o bolinho de bacalhau e aipim fritos, camarão na moranga com farofa ao alho se destacam.

Alí as pessoas ficam batendo papo e apreciando os deliciosos petiscos que a casa oferece. O clima do Bar Urca é bem despojado! 

O bar fica na Urca, na Rua Cândido Gaffrée, 205.

NOTA NO GOOGLE: 4.5 – com 7100 avaliações

NOTA NO TRIPADVISOR: 4,5 – com mais de 2900 avaliações

Lanche da madrugada

Melhor lancheria noturna

CERVANTES – Se você é daquelas pessoas que gostam de estender a noite madrugada à dentro, vai gostar do Cervantes, uma lancheria que abre das 12h às 4h. É um restaurante completo, mas é muito famoso pela variedade de sanduíches e chopps gelados que oferece. Com sua 1º unidade inaugurada em 1955, sempre foi referência para a boemia carioca. Perfeito para tomar um chopp e conversar.

O Cervantes tem diversas unidades, recomendamos principalmente a mais tradicional, que fica em Copacabana, na Av. Prado Júnior, 335 – Loja B.

NOTA NO GOOGLE: 4.4 – com 2300 avaliações

NOTA NO TRIPADVISOR: 4,0 – com mais de 1280 avaliações

Conclusão

Não são só as paisagens do Rio de Janeiro que são maravilhosas, mas também sua gastronomia. Restaurantes, bares, confeitarias e padarias aguardam o turista ou visitante para uma experiência gastronômica excelente. Em 2020, aproveite para conhecer estes espaço quando visitar o Rio de Janeiro.

Cabo Frio: planeje sua próxima viagem 

Geralmente, a grande cidade da região de Lagos, no Rio de Janeiro, acaba sendo ofuscada por suas vizinhas, Arraial do Cabo e Búzios. Porém, quem dá uma oportunidade ao destino descobre muitas atrações em Cabo Frio.

A cidade de Cabo Frio é conhecida pelas belíssimas praias com águas cristalinas e areias branquinhas.

Apesar do charme de Armação de Búzios e de muitas paisagens admiráveis ​​como Arraial do Cabo, o território de Cabo-Friense não decepciona: o mar desempenha seu papel com esplendor. A estrutura de bares e restaurantes é superior aos de Arraial, e os preços são um pouco mais interessantes também. Coisas que agradam os turistas, não é mesmo?

Se você decidir viajar por essa região, não há razão para não passar pelo menos um dia desfrutando de todas as coisas boas a se fazer em Cabo Frio.

E nesta publicação, mostraremos 5 lugares para você incluir no seu calendário de viagem.

1- Praia do Forte

A Praia do Forte fica próxima do centro da cidade e é a preferida e mais concorrida do local.

A faixa de areia é bem extensa e mesmo assim, na alta temporada, fica até difícil encontrar uma boa sombra, na parte central da praia. Barraquinhas com comidas e bebidas, vendedores e banhistas ocupam todo o local. A dica é se dirigir para o lado direito da praia, no sentido da Praia de Dunas, pois o local é mais tranquilo.

No entanto, o legal de à Praia do Forte é aproveitar os quiosques da beira mar no trecho da Praça das Águas.

No que se refere as belezas naturais, areia branquinha, água do mar azul e a perfeição das ondas são de encantar qualquer um.

2 – Praça das Águas

A Praça das Águas está localizada próximo à Praia do Forte e possui um lago diferenciado. Com chafariz, mas também com iluminação colorida subaquática e grafite 3D no fundo da água com desenhos da vida marinha.

Você pode se aventurar na pista de skate, observar os tanques com peixes e estátuas de personalidades famosas.

3- Praia do Peró

Se você deseja um local sem o tumulto da região central, mas ainda assim com uma estrutura bacana, a Praia do Peró é uma boa pedida. Localiza-se a 15 km do centro da cidade.

A praia do Peró tem seu próprio modo de tocar a vida. Não é uma praia totalmente interiorana, mas há um bom equilíbrio entre o comércio e as residências, o que a torna muito agradável.

Também no aspecto visual não decepciona: mar verde, areia dourada e alguns quiosques pela orla. Para ter uma boa visão de toda a paisagem, na esquina da praia, você encontrará o Parque Estadual Costa do Sol, uma pequena colina com vegetação preservada, de onde você pode ver tudo do alto.

Você também pode aproveitar e conhecer a Praia das Conchas, que fica ao lado do Parque Estadual.

4- Bairro da Passagem

Outro local a se visitar em Cabo Frio é o Bairro da Passagem, localizado a cerca de um quilômetro do centro da cidade e da Praia do Forte.

Embora não seja tão histórico quanto Paraty, o bairro mantém uma arquitetura colonial fotogênica e grande atividade cultural. É o mais antigo da cidade e charmoso por suas ruas estreitas e casarões antigos (tomados pelo Patrimônio Histórico). Além do mais, no final da tarde, vários bares abrem e suas mesinhas nas calçadas tornam o ambiente super agradável.

Um lugar maravilhoso para aguardar a noite após um dia de praia.

5- Ilha do Japonês

A Ilha do Japonês é um dos principais pontos turísticos de Cabo Frio. Está localizada próximo do centro, no meio da Lagoa de Araruama.

Com uma pequena faixa para banhos de sol, águas límpidas, calmas, rasas – águas tão rasas que você pode andar por muitos metros e ela não alcançará sua cintura. Com uma tranquilidade inigualável (sem ser alta temporada), serve como um perfeito refúgio com logística simples para chegar lá.

Para ir à Ilha Japonesa, é só pegar um dos barquinhos às margens da lagoa. A viagem de ida e seu retorno custa R$ 15,00 por pessoa e o trajeto não dura dez minutos.

Se você estiver indo com a intenção de passar o dia, leve o que for necessário, pois não há estrutura na ilha. Se você preferir mais conforto, uma opção é se instalar em um restaurante do outro lado da ilha e aproveitar a mesma água da lagoa, mas com mais conforto.

Para evitar ficar frustrado com a atração, evite visitar a Ilha do Japonês no fim de semana, pois costuma ficar lotada.

6 – Passeio de Barco em Cabo Frio

O canal do Itajurú são o ponto de partida dos passeios de barco da região. Tem duração de três horas e passa por lugares como a Ilha do Japonês, a Praia Brava e a Lagoa de Araruama.

Os passeios acontecem tanto pela manhã, ideal para quem quer aproveitar um mergulho, até o entardecer, perfeito para apreciar o pôr do sol.

São escunas, lanchas e traineiras que levam os turistas para esse passeio. Há a opção de embarcar no Nautillus, que tem uma parte do fundo transparente permitindo a visualização das belezas de baixo da água.

São atrações variadas que você encontrará no local, com certeza muitas outras além do que informamos nesse post. Todas dignas para agradar você e sua família e ainda registrar boas fotografias e filmagens.

Use protetor solar e aproveite sua viagem em Cabo Frio!